13 de jun de 2013

Tereré.

Nesse mundo onde o calor não acaba mais (sim, está quente aqui) e a falta de ideias para um post decente, acredite é difícil achar um tema legal, eu olhei pro lado e vi a solução: Tereré.




Tereré (se lê tererê originalmente) é uma bebida típica aqui do Paraguai (yes, eu moro aqui) e simplesmente não vai achar alguém aqui que não tome, obviamente essa cultura passou a ser feita também em vários países vizinhos principalmente nas fronteiras, mas também se acha no Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, além do Estado de São Paulo.
Pra quem não entende direito, provavelmente já ouviu falar do chimarrão, não? Pois bem, é quase o mesmo, só que gelado e menos amargo.

Origem:
Dizem que surgiu nos meios das guerras do Paraguai, quando os soldados não podiam esquentar a água porque iam ser obviamente pegos pelo inimigos, passaram a tomar a erva mate com água fria e então surge a bebida, mas alguns historiadores afirmam que há registros de algo parecido ao tereré muito tempo antes das guerras, uma ideia dos "guaranis", bom eu não sei ao certo qual, mas que deu certo... deu.

Preparo:
Bom, eu não sou nenhuma esperta profissional no preparo, mas vamos as dicas:
Resumindo a coisa toda se toma basicamente água gelada com menta, hortelã, limão, suco, sprite (o que tu achar melhor, não há uma regra) e erva mate.
  1. Coloca-se a erva-mate na guampa, aproximadamente 2/3;
  2. Bate-se a erva-mate, virando a guampa em sentido diagonal, vedando a boca da guampa com a mão, de maneira a fazer com que a erva-mate ocupe toda a lateral da guampa e não caia;
  3. Coloca-se a bomba na guampa;
  4. Coloca-se a guampa de pé e acresce o líquido.

Aqui o gosto e a preparação de outros lugares é diferente, digamos que varia de lugar em lugar, depende da erva mate que se compra, do que se coloca na água e assim vai.
Tá aí, mais uma dica pra vocês!