22 de mar de 2013

Post de Sexta - Danças. P. 2

Ok, ok, agora que vocês já sabem um pouquinho vamos continuar com esses três estilos um pouco mais específicos: Hip Hop, Dança do Ventre e Tango. A escolha foi meio pessoal, tanto por eu dançar (pelo menos tentar) os estilos, mas também por adorar cada um, conheçam um pouco da história de cada:


Hip Hop

A dança hip hop refere-se aos estilos de dança sociais ou coreografados relacionados à música e à cultura hip hop. Isto incluiu uma grande variedade de estilos, especialmente breakdance, locking e popping, os quais foram desenvolvidos na década de 1970 por afros e latino-americanos. O que diferencia a dança hip hop de outros tipos de dança é o freestyle e os seus dançarinos frequentemente estarem envolvidos em batalhas - competições de dança formais ou informais. Sessões informais e batalhas de freestyle são geralmente realizadas em um cipher, um espaço de dança circular que se forma naturalmente

Mas nada melhor do que ver não é? Então entenda como funciona os passos desses diferentes estilos do hip hop:

Locking
Os passos do Locking são, basicamente, movimentos rápidos e distintos de braço e mão, combinados com movimentos mais relaxados de quadris e pernas.

Breaking
A Dança Breaking (Bboying) é uma dança muito rica e complexa com conter tantos passos inseridos em sua execução, Os passos são quebrados de acordo com a batida da música
Popping:
É baseado na técnica de rapidamente contrair e relaxar os músculos para causar um empurrão no corpo do dançarino, referido como um pop ou uma batida. Isto é feito continuamente ao ritmo de uma música em conjunto com vários movimentos e poses.



Dança do ventre:
Origem:
A forma de dança chamada em árabe de "Raqs Sharqui" (dança do oriente) existe provavelmente há milhares de anos.  Há muitas teorias sobre suas origens,uma das quais é,que tem suas raízes na Índia e que de lá foi difundida pelos ciganos que a divulgaram no Ocidente. Outros dizem que ela nasceu no Antigo Egito, e querem traçar no passado sua origem de acordo com antigas danças rituais  da Idade da Pedra, nas religiões que cultivavam a grande Deusa. 
Enfim, entre tantos estilos (ou simplesmente uso de acessórios e folclore) eu escolhi alguns pra vocês terem uma idéia dos passos que o acompanham:

Dança da Espada
: Sua origem é nebulosa e não necessariamente atribuída á cultura egípcia ou árabe, sendo explicada por várias lendas e suposições. O que é certo, porém, é que a bailarina que deseja dançar com a espada, precisa demonstrar calma e confiança ao equilibra-la em diversas partes do corpo; Pontos de equilíbrio mais comuns: cabeça, queixo, ombro, quadril e coxa; Também é considerado um sinal de técnica executar movimentos de solo durante a música;


Dança dos Sete Véus: Uma das danças mais fortes e enigmáticas. É uma dança sagrada onde cada véu corresponde a um grau de iniciação.
A sacerdotisa oferecia a dança para a deusa Ísis, que dentro dela existe, e lhe dá beleza e força.
Snujs / Sagats: No Egito Antigo, as bailarinas costumavam estalar os dedos para acompanhar o ritmo da música. Este costume evoluiu com a utilização de pequenos instrumentos metálicos chamados snujs ou sagats. Esta dança é bem alegre e mostra a habilidade da bailarina dançando e tocando um instrumento.



Tango:
Origem:
A música do tango não tem uma origem muito clara. De acordo com estudos que não dispõem de numerosa documentação, o tango descenderia da habanera e se interpretava nos prostíbulos de Buenos Aires e Montevidéu, nas duas últimas décadas do século XIX, com violino, flauta e guitarra (violão). Nessa época inicial era dançado por dois homens, daí o fato dos rosto virados, sem se fitar. Depois, já nos anos 1910, como o sucesso em Paris foi aceito pela aristocracia platina.
Alguns dos vários estilos são:
O Canyengue
O Canyengue é provavelmente o estilo mais antigo de Tango Argentino. Existe desde cerca de 1930
O Tango de salão:
Posição ligeiramente aberta.
Os dançarinos ficam centrados na parte direita do seu par
A posição abre-se quando se fazem voltas, permitindo assim mais espaço, assim como pivots que que requerem mais espaço na parte superior do corpo
É dançado na linha de baile (ronda)
A Fantasia
A Fantasia (Show Tango) é um Tango cénico. Dança-se com uma posição aberta e movimentos fortes, e com muita frequência se incluem movimentos de outros estilos de Tango.


Espero que tenham gostado, deu um trabalho do cacete árduo, quer ler sobre sua dança preferida? Mande-nos dicas que estaremos a postar! Até a próxima sexta.