9 de fev de 2010

Noite de verão.


Sentada perto da janela angustiada de tanto calor e insônia, 
pensando no que fazer pra me distrair, com o radio ligado escutando
aquela musica que me da arrepios... Meia noite e sem sono.
Culpa de alguém.
Cansada daquela rotina que tive durante o dia, se eu
quisesse poderia prever o meu dia de amanhã, 
  me revoltei.
Peguei meu celular, chacoalhei meu cabelo molhado de suor, 
abri a minha porta e caminhei sem rumo pela rua.
Pela primeira vez olhei como as estrelas brilham
 durante a madrugada, vi como a cidade não consegue 
 dormir durante a noite. Vi que sonhar sozinha não faz sentido.
Vi como eu estava perdida, e não me importava, 
descobrirei coisas que de dia não posso ver.
Descobri que a Dona Maria, a senhora mais severa do 
bairro sai durante a noite para ir aos bailes funks que ocorrem na cidade.
Descobri que a turma da outra rua faz festas todo dia... Quer dizer toda noite.
Descobri que quando a gente se diverte o sono mesmo assim não aparece.

O som daquela musica invadiu a cidade eu pensei que estava louca, vinha do nada, e de repente me aparece aquele motivo pelo qual eu perdia o sono durante minhas noites.

Aparece-me aquele pelo qual eu me afastei dos meus amigos, aquele pelo qual eu quase me acabei.

Estava mesmo louca, aquele perfume que eu dei para ele, sentia como se fosse real, ele se aproximava como se fosse voar, minhas pulsações estavam mais aceleradas, sentia sua respiração.

Ele me disse normalmente
- oi, não acredito que vou ter a chance de falar outra vez com você!

Aquela musica mudou de repente, foi ai que notei que era meu mp4

Respondi com uma raiva absurda
-oi, ta fazendo o que aqui?

- eu moro aqui

-então acho que já vou

-eu pensava que você gostasse de mim ...

-Depois do que me fez, me resta dizer obrigado.

-Obrigado ? – ele disse desconfiado

-é, perdendo o sono que você me fez ver o quanto não merece aparecer nos meus sonhos.

Virei as costas e senti sua respiração se afastando.
Estava amanhecendo quando encontrei a minha casa.
E então liguei meu radio outra vez.
E dormi, com um sono que nunca tive dormi.

E apesar de td descobri que sonhar sozinha é melhor que perder o sono pensando em mais uma.


 by;
Angel :D